MILAGRES

MILAGRES

Um milagre é um vislumbre ou relance do coração e caráter de Deus. É impossível esquecer um milagre, mas ele é temporário. É temporário porque é incapaz de revelar plenamente tudo de Deus.  Somente o eterno pode revelar Deus.

Pedir para que um milagre revele de vez o Pai é correr o risco de achar que o milagre é Deus. Deus não é um milagre. O milagre é Deus revelando um pouco do que Ele é e o que Ele faz num mundo como o nosso.

Jesus é muito mais do que um vislumbre ou relance de Deus. Jesus não é um milagre, Ele é Deus feito permanentemente visível e accessível.  Por esta razão Jesus corrigiu Felipe quando ele disse “Mostra-nos o Pai e isto nos basta.”  Jesus disse “Quem me vê, vê o Pai.

Pedir para Jesus nos mostrar o Pai seria como pedir para uma montanha bem na nossa frente nos mostrar uma “selfie” em vez de elevarmos os nossos olhos e ver tudo que a montanha é.

Ver Jesus é infinitamente mais importante do que ver um milagre.

Pedir para ver um milagre é pedir para ver Deus mostrar um pouco do seu coração e caráter em nossas circunstâncias.  Podemos pedir, sim! Mas devemos pedir no nome eterno de Jesus, sabendo que o milagre é necessário mas temporário. Jesus prometeu que as montanhas vão se mover quando pedirmos no seu nome. O permanente Deus ainda aparece milagrosamente neste mundo temporário quando pedimos pela fé no nome esterno de Jesus.

Devemos pedir que Deus miraculosamente revele o seu coração e caráter em nossas circunstâncias temporárias.  Não pedimos porque duvidamos do seu coração e caráter, pedimos porque queremos ver o amor vencer e avançar no meio do temporário que Jesus já venceu.

Jesus sempre.  O milagre quando necessário.

Carlos McCord
Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta