UM ARREPENDIMENTO MAIS PROFUNDO

UM ARREPENDIMENTO MAIS PROFUNDO

Quando erramos e percebemos a nossa culpa perante Deus somos levados a nos arrepender.  Admitimos que somos responsáveis pelo fracasso e precisamos da misericórdia de Deus.

Este tipo de arrependimento é lindo e importante. Ainda assim, será que este tipo de arrependimento é o arrependimento mais profundo e duradouro?

Até recentemente a minha resposta teria sido “Sim, este tipo de arrependimento é o mais profundo e duradouro.”

Hoje eu diria que existe um tipo de arrependimento que é ainda mais profundo e duradouro.

É o arrependimento que é produzido pela bondade e paciência de Deus conosco.

Mudei de opinião ouvindo um pastor chamar a sua igreja para o arrependimento não porque pecaram contra Deus, mas porque Deus é tão bom e paciente. Quando ele chamou a igreja para manifestar este tipo de arrependimento quase toda a igreja respondeu de joelhos louvando a Deus.

O pastor explicou que Deus não procura o nosso fracasso.  Deus procura o nosso bem e a nossa felicidade. É perceber este tipo de amor Divino que deve causar o arrependimento humano.

Será que a gente quer ver o fracasso de pecadores mais do que desejamos vê-los percebendo como Deus é bondoso e paciente?

Perceber como Deus realmente é produz um arrependimento mais profundo do que ver o nosso fracasso.

Ver Deus corretamente realmente muda-nos para sempre.

Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te leva ao arrependimento?” Romanos 2.4

Carlos McCord
Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta