Vivendo uma Vida Profética

Vivendo uma Vida Profética

Jesus foi um profeta. E como profeta Jesus revelou um otimismo tão alto sobre onde podemos chegar que tira o fôlego.

“Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês”. Mateus 5:48

Sim, o otimismo de Jesus a respeito de nós tira o fôlego. E para garantir que a sua profecia a respeito de nós viesse a ser realidade, tudo que Jesus falou, fez e sofreu teve como alvo cumprir esta palavra profética que saiu da sua boca.

Jesus, como profeta, falou de uma maneira tão clara e ousada que seria impossível a gente ignorar como este alvo é uma obra divina que Ele está vendo antes da gente ver e acreditar. No sermão do monte Jesus cuidadosamente revela o caminho que teremos que andar com Ele para a profecia se cumprir. Para não deixar nenhuma dúvida que o alvo é divino ele nos revela que chegaremos no alvo quando amamos os nossos inimigos.

“Vocês ouviram o que foi dito: Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos.Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa vocês receberão? Até os publicanos fazem isso! E se saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês'”. Mateus 5:43-48 

Estabelecendo um alvo profético tão alto assim nos força a decidir, como disse o autor C.S. Lewis, se Jesus é Senhor, mentiroso ou lunático.  O otimismo de Jesus a respeito de nós ou é a pura verdade, uma mentira, ou a fala de um louco.  Temos que escolher.

Amar alguém é profetizar e assim viver uma vida profética. Amar uma outra pessoa é ver um futuro promissor as vezes antes da pessoa perceber este futuro. Amar afirma com antecedência que pessoas podem ser mais em vez de ser menos.  Amar é investir na outra pessoa quando ela não consegue investir nela mesma.  Amar um inimigo é ver o que ele pode ser quando para de gastar energia à toa nos odiando. Amar um inimigo é tentar quebrar o seu coração  com o nosso otimismo a respeito dele em vez de quebrar a sua cabeça com o nosso pessimismo a respeito dele.

Todo ato de amor genuíno é uma profecia feita em carne e osso.

Uma vida profética é uma declaração otimista sobre o que a pessoa pode se tornar. O Pai celestial enviou Jesus para viver por nós uma vida profética cheia de otimismo.  Agora Ele nos envia para viver assim, também.

Os profetas de hoje são aqueles que falam e vivem com o otimismo

de Jesus. Eles amam vendo o que é possível em Jesus.  Amar é a vida profética e cada discípulo de Jesus deve ser um profeta na vida de alguém. E este “alguém” pode ser um inimigo.

Em união de espírito com Cristo podemos receber e repartir o amor e assim viver vidas proféticas. Seja um profeta do amor de Jesus.

 

Carlos McCord

Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta