Permanente ou Temporário? 

Permanente ou Temporário? 

“Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro.” (Mateus 6:24)

Com estas palavras contundentes e claras, Jesus deixa bem claro que ninguém pode servir a Deus, o permanente, e ao dinheiro, o temporário. Ainda assim, muitas pessoas cristãs e não cristãs insistem em tentar. Segundo Jesus, não vai dar certo. É perder tempo e energia.

Deus, a fonte de tudo que é eterno, é ilimitado e permanente. Dinheiro, o dono do temporário, é limitado e passageiro. Amar o dinheiro é amar uma ilusão de permanência. Amar a Deus é andar na luz que nunca diminui ou apaga. Temos que escolher entre os dois, porque somente um é o caminho da vida que permanece.

Jesus nunca disse para os seus discípulos que ignorassem ou evitassem o temporário. Ele ensinou que devemos ser “sábios como uma serpente e inofensivos como as pombas.” Podemos, sim, viver com sucesso no meio do temporário, se tivermos o permanente nos apoiando e guiando.

Devemos amar a permanência de Deus e deixar esta eterna permanência nos guiar. Devemos dominar o temporário e usá-lo para a glória de Deus e o para o bem de todos.

Carlos McCord

Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta