Direitos 

Direitos 

“Aquele que é a Palavra estava no mundo, e o mundo foi feito por intermédio dEle, mas o mundo não o reconheceu. Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.” João 1:10-13

“Exigimos os nossos direitos!” Tudo bem, disse Deus. E o que aconteceu com o que pedimos?

A história humana é a trágica resposta. Ter os nossos direitos não foi o suficiente. Continuamos repetindo os mesmos erros enquanto exigimos mais e mais direitos. Isto se chama insanidade.

O direito que realmente precisamos é o direito de nos tornarmos filhos de Deus. Este direito não podemos exigir, mas em Cristo pela graça podemos receber. Mas, para realmente querer e receber este direito, temos que admitir que somente em Jesus podemos viver o direito de sermos filhos de Deus.

O direito que faz todos os outros direitos funcionarem é o direito de sermos filhos de Deus. Sem este direito recebido em primeiro lugar e pela graça em Jesus teremos sempre o caos que temos vivido.

Somente quando ficamos cansados das conseguências de bagunçar os nossos direitos estaremos abertos para receber o direito que Jesus oferece e assim ver Ele endireitar o nosso caminho.

Nosso primeiro grito como seres humanos deveria ser “Jesus! Por favor, nos dê o direito de sermos filhos de Deus!”

Carlos McCord

Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta