O Amor é Generoso

O amor sempre irá na direção da dor.  O amor genuíno não mede o merecimento da pessoa com dor.  O amor mede a necessidade.  O amor é generoso por natureza.  O amor nunca justifica o seu comportamento.  O comportamento é sua própria justificação.

Em Lucas capítulo 10 Jesus conversa com um homem cujo alvo é desacreditar Jesus e o seu ministério.  Jesus ama este homem explicando-lhe o que é amor genuíno usando uma história sobre o bom samaritano.  Será que este homem tão mal intencionado merecia uma explicação tão amorosa diretamente da boca de quem Ele queria destruir?  O amor genuíno diz “Sim!”.

Amor genuíno sempre irá na direção da dor de todos e não somente a dor de alguns.  Se quisermos amar de uma forma genuína e divina teremos que dar o melhor que somos e o melhor que temos para quem precisa de nós.

A cultura que nos cerca pode nos dar permisão de não dar o melhor para certas pessoas.  Uma cultura pode até penalizar aqueles que amam as pessoas que a cultura não quer amar.

Ainda assim, temos que amar até os nossos inimigos porque amar é a razão da nossa existência.

Quando Jesus falou toda a verdade sobre o amor para o homem cuja pergunta era para destruir sua credibilidade, foi um ato de amor.  Jesus não queria envergonhar o homem.  Ele queria salvá-lo.

Carlos McCord

Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta