O Elevador de Cada Dia

Não gosto de elevador. Sinto-me apertado e ansioso na hora de entrar num elevador.  Sei que não sou a única pessoa que sente esta ansiedade. Um elevador de cada dia já é bastante para mim.

Descobri que não tenho medo de todo elevador. Tenho medo de elevador fechado e sem vista. Quando entro num elevador que tem vista para fora do prédio não sinto ansiedade. Fico, na verdade, totalmente calmo. O elevador até pode parar no meio do caminho que continuarei calmo.

A perspectiva que temos sobre a nossa realidade realmente influência o nosso nível de ansiedade. Quando pessoas como eu que tem medo de elevador tem uma vista para uma realidade aberta e bonita (em vez de uma vista de quatro paredes com a porta fechada) ficamos mais calmos.

Todos nós temos momentos durante o nosso dia quando sentimos apertados e ansiosos. Cada um tem o seu ‘elevador’ de cada dia. O aperto e ansiedade pode ser trânsito, um ônibus lotado, ter que falar em público ou até sair de casa.  É neste momento de ansiedade que temos que olhar para além do ambiente que nos cerca e aperta.

Alguém descreveu ter fé como ‘abrir a janela da alma na direção de Deus’.  Concordo.   Abrir a janela da alma na direção de Deus no momento do aperto e ansiedade é a cura diária da ansiedade. Cada dia tem o seu ‘elevador’.  Abra a janela da fé e vencerá a ansiedade um ‘elevador‘ de cada vez.
 

Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.  Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.
Mateus 6:33-34

 

Carlos McCord

Presidente do Ministério Permanecer

Deixe uma resposta